Por que blockchain é a opção mais segura para transações online?

Dec 9, 2021 | Criptomoedas | 0 comments

Muitos ainda não sabem, mas até as instituições financeiras tradicionais estão implementando tecnologias blockchain. Por qual motivo?

A resposta é simples: durante muitos anos, foram utilizados sistemas antiquados, caríssimos e pouco escaláveis, o que limitava, e muito, as possibilidades de crescimento das instituições.

Com o nascimento do Bitcoin, veio a tecnologia blockchain, que revolucionou para sempre o que entendemos por segurança na rede. A rede do BTC tem rodado, sem interrupções ou ataques hacker bem-sucedidos, desde 3 de janeiro de 2009, quando rodou seu primeiro bloco — o bloco de gênese.

Inspirados no Bitcoin, outros projetos ganharam vida, como Ethereum, Litecoin, Monero e tantos outros. Frequentemente somos surpreendidos por novas atualizações que tornam seus ecossistemas cada vez mais rápidos, seguros e escaláveis.

Sendo assim, é correto afirmar que a tecnologia blockchain é o que há de mais novo em termos de segurança em transações online.

1*2P7JsWYU6ZdIW8j6uQDNDw

Por que blockchain é mais seguro?

Para explicar esta pergunta, é preciso entender como funcionam as redes blockchain. Em resumo, blockchain é uma cadeia de blocos, dentro dos quais estão contidos dados e informações digitais.

Por meio do mecanismo de consenso da rede (Proof-Of-Work ou Proof-Of-Stake), as transações são registradas dentro destes blocos e validadas pelos mineradores ou stakers. Uma vez inseridas as informações, é incrivelmente difícil desfazer quaisquer alterações.

Certas regras-base são estabelecidas dentro das redes para que apenas dados relevantes sejam inseridos nela. Isso significa que, dentro de uma blockchain, é possível apenas inserir e validar dados relevantes àquela rede; não é possível escrever qualquer coisa dentro dela por impulso ou má-fé.

Graças ao sistema de controle e consenso presente nas redes blockchain, as transações são incrivelmente seguras, rápidas e baratas. Por conta disso, a tecnologia passou a ser utilizada por instituições financeiras ao redor do mundo — sejam elas descentralizadas ou não.

1*FQTd0kgO GdrBkC9m 1 w

A CoinShopp trabalha dentro desta revolução digital: por meio de nossa plataforma, você pode comprar e vender de tudo online, por meio de nosso token, CSHOP, com toda a segurança que a blockchain tem a oferecer.


Blockchain pública x blockchain privada

A diferença é simples: no caso das blockchains públicas, qualquer usuário pode fazer parte delas: ou seja, qualquer um pode criar um nó (node) na rede para garantir ainda mais segurança e agilidade ao ecossistema.

No caso das blockchains privadas, um grupo específico é o responsável pela criação de novos nós dentro da rede. Esse grupo é o responsável por selecionar os participantes da rede.

Em termos de validação de transações, tanto as blockchains públicas como privadas seguem basicamente as mesmas diretrizes.

Em redes privadas, seus dirigentes determinam o tipo de recompensa aos participantes. No caso das públicas, a recompensa é paga por meio de novas criptomoedas que são geradas por meio de nós (mineração).

Enquanto as blockchains públicas são fundamentais para a manutenção de tokens descentralizados, as privadas são úteis na implementação de projetos que não podem se tornar reféns de congestionamento de tráfego, por exemplo.

Afinal, certas blockchains enfrentam lentidão e aumento nas taxas durante períodos de uso intenso. Uma blockchain privada pode ser totalmente escalada para dar conta da demanda, sem precisar sofrer com eventuais intermitências das públicas.

Qual a opção mais segura?

Na verdade, tanto as blockchains públicas como privadas são extremamente seguras. A diferença é que suas aplicações variam de acordo com cada caso, com suas vantagens e desvantagens.

 

 

 

Veja Também: O que são tokens? Por que você deve começar a investir?

Mixers de criptomoedas: Saiba tudo sobre

Mixers de criptomoedas: Saiba tudo sobre

Quer aumentar a segurança e a privacidade de suas criptomoedas? Os mixers podem ajudar você com isso! O que são? Mixers de criptomoedas são serviços que misturam seus ativos digitais com os de outros usuários. No final do processo, uma nova carteira é criada com o seu...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published.