3 coisas que você precisa saber sobre imposto em criptomoedas

Dec 11, 2021 | Criptomoedas | 0 comments

O ano de 2022 está se aproximando: isso significa que, em breve, você terá de começar a fazer as contas para a próxima declaração de Imposto de Renda.

Se você possui criptomoedas dentro de seu portfólio, fique sabendo: é obrigatório informá-las em sua declaração, seja IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) ou IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica).

Confira tudo o que você precisa saber para declarar suas criptomoedas de forma correta:

Como declarar minhas criptomoedas no software do IRPF?

1*vCGOFXjYeumlh0 b EX4 Q

Se você possui mais que R$ 5 mil em criptomoedas, é necessário declarar seu patrimônio dentro da aba Bens e Direitos:

Clique em Novo;

Selecione o código 81 (Bitcoin), 82 (Outros criptoativos que também sejam moedas digitais, mais conhecidos como altcoins) ou 89 (Demais criptoativos que não sejam considerados criptomoedas), dependendo de cada caso.

É necessário detalhar, no campo Discriminação, as informações a seguir:

O tipo de criptomoeda adquirida;

Quantidade;

Nome da Exchange, com CNPJ, onde foi adquirida, ou nome completo e CPF do vendedor, caso seja Pessoa Física;

Data da compra.

Como é feito o pagamento do IR sobre criptomoedas?

Se você vendeu criptomoedas e obteve lucro superior a R$ 35 mil, é necessário pagar imposto sobre ganho de capital, a ser pago no mês subsequente.

Por exemplo: se você vendeu ativos digitais em novembro de 2021, é necessário pagar o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) até o último dia útil de dezembro.

É necessário preencher o Programa de Apuração de Ganho de Capital (GCAP), no site da Receita Federal, para preencher as informações a respeito das transações e emitir a DARF.

Se houver atraso no pagamento, serão cobrados juros de 1% ao mês, além de multa de 0,33% ao dia, podendo chegar a até 20% do valor total da dívida.

Por que declarar criptomoedas no Imposto de Renda?

Não são poucos os casos em que pessoas enriqueceram com criptomoedas. Em algum momento, essas pessoas decidem liquidar parte de seu investimento — ou mesmo tudo. Se não for comprovada a origem do capital, várias dores de cabeça podem ocorrer.

1*cuUrWhgpQKK46CIbD 46Pw

Além da cobrança de impostos atrasados, com juros e multa, a pessoa pode ser condenada por sonegação fiscal, que prevê pena de seis meses a dois anos. Em caso de réu primário, não há prisão, mas o valor da multa pode chegar a 10 vezes o valor do tributo devido.

Sendo assim, a declaração de criptomoedas previne dores de cabeça com o Leão, além de reduzir suas chances de cair na malha fina por conta de erros na declaração.

Agora que você entendeu a importância de declarar seu patrimônio digital no IR, um conselho: não deixe tudo para a última hora. Dependendo do volume que você operou ao longo do ano, a declaração pode levar bastante tempo. Portanto, comece aos pouquinhos a montar a sua declaração para poupar tempo — e dinheiro.

Veja Também: O que são tokens? Por que você deve começar a investir?

Mixers de criptomoedas: Saiba tudo sobre

Mixers de criptomoedas: Saiba tudo sobre

Quer aumentar a segurança e a privacidade de suas criptomoedas? Os mixers podem ajudar você com isso! O que são? Mixers de criptomoedas são serviços que misturam seus ativos digitais com os de outros usuários. No final do processo, uma nova carteira é criada com o seu...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published.