BEP20: O que é? Como funciona?

Dec 12, 2021 | Uncategorized | 0 comments

Você já deve ter percebido que muitos serviços estão utilizando a Binance Smart Chain como padrão. Os motivos não são poucos!

Quer aprender, de maneira simples e direta, de que se trata a Binance Smart Chain (BEP20) e por que ela tem sido tão importante para o ecossistema das criptomoedas?

Não se preocupe: fizemos um compilado bem legal para que você entenda sobre a tecnologia.

O que é a BEP20?

Bep20

A Binance Smart Chain (BEP20) é uma blockchain paralela à rede principal, Binance Chain (BEP2), dentro da qual é possível realizar transferências em BNB (Binance Coin) e desenvolver outros projetos blockchain de maneira muito mais rápida, barata e simplificada.

Além disso, a utilização da rede paralela faz com que a rede principal fique descongestionada em períodos de uso intenso.

Ele é uma evolução direta do protocolo BEP2, pois é muito mais convidativo para desenvolvedores e usuários: as taxas de transferência dentro da BEP20 são muito menores, o tempo de espera é muito pequeno e, em termos técnicos, é muito mais maleável para construir aplicações.

Uma de suas principais vantagens é a compatibilidade tanto com a BEP2 como com a rede do Ethereum (ERC-20). Isso possibilita a criação de aplicações cross-chain, ou seja, capazes de transmitir dados de uma rede a outra.

Durante muito tempo, usuários do Ethereum tiveram de conviver com altíssimas taxas de transação (taxas de gás), sobretudo durante épocas de uso intenso. Isso fazia com que pequenas transações se tornassem proibitivas. No caso da BEP20, isso se tornou um problema do passado.

Por meio do Proof of Staked Authority (PoSA), também conhecido como Prova de Autoridade Destacada, a validação das transações ocorre de maneira muito mais rápida e acessível, sem congestionamentos ou correção de valores de taxas que possam comprometer pequenas movimentações financeiras.

Como criar um token BEP20?

É possível utilizar o código aberto do projeto para criar seus próprios tokens. Para ajudar seus usuários, a Binance Academy desenvolveu um artigo a respeito do assunto, com um passo-a-passo completo.

1*x8krG9ZiTJwehq 3N pDfw

No entanto, é necessário conhecimento em programação para implementar novos contratos inteligentes na BSC, além de saldo em BNB na carteira online Metamask para pagar a taxa de gás.

A linguagem de programação utilizada para a criação de novos tokens é a Solidity, criada pela equipe do Ethereum para a execução de seus contratos inteligentes.

Se você não se sente confortável com isso, não tem problema: é possível contratar um profissional em blockchain para fazer os ajustes necessários.

Existem alguns serviços terceirizados para a criação de tokens personalizados na Binance Smart Chain. Pode ser a melhor opção se você não deseja se aprofundar em conhecimentos de programação — mas escolha com cuidado! Nem tudo o que é oferecido na rede é confiável. Busque indicações de outros usuários e avalie a reputação da empresa antes de fechar qualquer negócio.

Conclusão

Velocidade, segurança e flexibilidade no desenvolvimento de contratos inteligentes são os principais diferenciais da Binance Smart Chain. Não é à toa que projetos de peso têm selecionado a BSC como seu ecossistema.

Veja Também: O que são tokens? Por que você deve começar a investir?

Mixers de criptomoedas: Saiba tudo sobre

Mixers de criptomoedas: Saiba tudo sobre

Quer aumentar a segurança e a privacidade de suas criptomoedas? Os mixers podem ajudar você com isso! O que são? Mixers de criptomoedas são serviços que misturam seus ativos digitais com os de outros usuários. No final do processo, uma nova carteira é criada com o seu...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published.